Entendendo o básico sobre a acne e espinha

As estatísticas indicam que um percentual tão alto quanto 80% de toda a população já teve acne. A acne atinge todos os gêneros, sexos e idades tornando-se uma doença de pele universal. Como uma forma de doença de pele, a boa notícia é que a acne não é transmissível.

Embora a acne não seja contagiosa de pessoa para pessoa, ela pode se espalhar por todo o rosto e pode afetar gravemente a todos os tecidos da pele que possuem unidades pilossebáceas (pêlos e glândulas sebáceas anexas).

A quem atinge a acne e espinha?

Não é verdade que a acne só atinge aqueles que atravessam a puberdade. Mesmo crianças ou indivíduos que podem ter bem mais de seus quarenta anos de idade, pode desenvolver essa doença de pele. Acne Infantil é o termo usado para a acne que cresce em recém-nascidos, por outro lado a acne rosácea está relacionada com pessoas de meia e mais idade.

Como é classificada a acne e espinha?

A acne tem classificações diferentes de acordo com a gravidade da infecção.
Comedo é onde todos os casos graves de acne são originários. Esta é caracterizada por lesões vermelhas ou pequeno inchaço em sua pele. Whiteheads e blackheads são duas formas de comedões. Inversamente, cravo é um comedo aberto. A coloração é devido à acumulação de pigmentos de melanina escura na pele, mais sebo endurecido e detritos de pele e partículas. Esta é a estrutura básica do whiteheads, no entanto, a única diferença é a coloração e estes são profundamente situados nas camadas da pele.

Se você tem muitas acnes ao redor do tecido da sua boca, na superfície da testa, queixo e nas bochechas, você provavelmente tem pápulas. Lesões cheias de pus também são denominadas como pústulas.

Nódulos, por outro lado são semelhantes com pústulas. No entanto, os nódulos são mais firmes e são maiores crescendo profundamente na pele. A inflamação pode desenvolver suas pústulas em materiais contendo semilíquidos ou líquidos compostos por células brancas do sangue (que estão mortas por causa das bactérias nomeadas como Propionibacterium Acnes que infectam a acne), as células mortas e bactérias ativas ou inativas. Isto pode resultar em uma acne mais grave chamada de cistos de acne. Em tais situações, você pode precisar da ajuda de um dermatologista ou um médico.

Qual é a causa da acne e espinha?

É muito difícil determinar exatamente o que pode ter causado sua infeção de acne, pois as razões diferem de caso para caso. Estudos indicam que a doença de pele pode ser provocada por vários fatores, incluindo a má alimentação, estresse, elementos do tempo e alterações hormonais ou podem ser geneticamente influenciada.

Em termos médicos, acne começa a partir da formação de sebo endurecido, ou a substância oleosa secretada para a pele através das glândulas sebáceas. Isso, então, será permeado com bactérias de acne infectante, que em troca irá acionar o sistema imunológico a liberar as células brancas do sangue para impedir o ataque das bactérias. Quando isso acontece, glóbulos brancos mortos e bactérias que se acumulam nos folículos capilares misturados com fragmentos de pele e partículas mortas da pele, que depois vai inflamar as lesões.

Os casos de acne e espinhas mais leves podem ser tratados com medicamentos de balcão e com medicamentos caseiros para a acne. São geralmente medicamentos de uso tópico, que você aplica na sua pele para o tratamento de acne. Eles podem vir sob a forma de sabões, loções, géis e cremes. Por outro lado, sistemáticas medicações são tomadas por via oral. O mais comum dos quais são os antibióticos.

Por hoje, era isso. Encontramo-nos em um próximo post. Lembrando que você deve sempre consultar seu médico antes de tomar a iniciativa de fazer qualquer coisa relacionada à sua saúde. Todo o conteúdo deste blog, bem como o nosso e-book “Acne e Espinha: Verdades, mitos e como eliminar a acne para sempre!” tem apenas caráter informativo.

Até o nosso próximo encontro!

Richard Sdef

Acne e Espinha - Verdades, mitos e como ficar livre da acne para sempre!

 


Benchmark Email
Powered by Benchmark Email
Categoria: Artigos
Tag: acne, casos graves de acne, comedões, doença de pele, espinha, o básico sobre acne, o básico sobre espinhas